Projeção: Novo Honda HR-V vai crescer e pode apostar em hibridização

O Novo Honda HR-V deve surgir no mercado japonês, como Vezel, até o final deste ano. Pelo menos se espera sua aparição pública ou virtual para 2020, mas com vendas realmente em 2021.

Como já mencionado pela imprensa nipônica, a nova geração do HR-V ficará maior que o modelo atual, tomando o mesmo chá de crescimento que os irmãos Honda Fit e City.

Dessa forma, o HR-V migrará para um nível acima, se aproximando mais do Jeep Compass, embora não com a mesma proposta de estilo, mantendo-se mais como um crossover mesmo.

Esse aumento de tamanho pode vir junto com maior ênfase da Honda em hibridização, já que em mercados como da União Europeia, a marca precisa ter média de CO2 emitido em até 95 g/km.

Além disso, muitos mercados já estão exigindo aquilo que geralmente é visto apenas no Japão, sua variante híbrida. Nessa projeção de Kleber Silva, o Honda HR-V 2021 aparece com forte influência do Accord.

Contudo, ele se aproxima muito da proposta do híbrido Insight, que é um Civic 10 eletrificado e modificado visualmente. A frente com faróis full LED cortados pelo cromado da grade pronunciada, assim como frente mais alta e encorpada, devem dar uma cara mais robusta ao HR-V.

Com arco de teto curvado, o Honda HR-V 2021 proposto na renderização, reforça seu estilo próximo de cupê, que surgiu com ele em 2014. Tendo teto preto, linhas marcantes e lanternas em LED e traseira avolumada. Dessa forma, pode-se esperar pelo SUV próximo de 4,40 m ou até acima disso.

Ainda não se sabe se a plataforma do Novo Fit irá sustenta-lo, mas tudo levar a crer que sim, visto que a atual já se provou bem elástica para gerar variantes muito maiores que as propostas iniciais.

Outro ponto interessante é que, nesse porte, o motor 1.8 i-VTEC deve ser substituído pelo 2.0 ou 1.5 VTC Turbo com programação para 150 cavalos e pouco mais de 20 kgfm, como existe no Japão, deixando assim a versão Touring com a calibração do CR-V com seus 190 cavalos. O câmbio CVT é praticamente certo.

Apesar dessas duas opções, ele poderia vir sem nenhuma e focar no híbrido abaixo, com o 1.5 VTC Turbo de 173 cavalos do Touring.

Neste primeiro, o conjunto do Insight tem motor 1.5 Earth Dream Atkinson de 110 cavalos e 13,6 kgfm com propulsor elétrico de 130 cavalos e 27,1 kgfm, entregando uma potência combinada de 154 cavalos. Com CVT, poderia servir bem ao HR-V maior e ainda permitir a produção do sedã híbrido por aqui.